sindicato

Câmara dos Deputados aprova o Dia do Sindicatário

A Câmara dos Deputados aprovou, no dia 2 de abril, o Projeto de Lei 3.562/12 que institui o dia 9 de maio como o Dia do Empregado em Entidade Sindical. Em 2009, os delegados presentes no II Congresso da Federação Nacional dos Trabalhadores em Entidades Sindicais e Órgãos de Classe (Fites) aprovaram a proposta e a transformaram em bandeira de luta.

Em 2011, o projeto foi aprovado em Porto Alegre e no Rio de Janeiro e, em 2012, em Minas Gerais. A categoria luta pela aprovação no Congresso Nacional, para que todos os sindicatários do Brasil sejam beneficiados.

Foi uma grande luta para que os sindicatários chegassem a esta vitória. Uma das maiores preocupações era assegurar sua aprovação ainda nesta legislatura. Para isso, Maria de Lourdes Vieira Cunha, a Lurdinha, uma das representantes da categoria em Minas Gerais, foi a Brasília com seus próprios recursos para pressionar os deputados a votar o projeto.

“No dia 19 de março eu e o companheiro Jose Baptista, do Sindicato dos Empregados em Entidades de Classe e Órgãos de Classe do Rio Grande do Sul (Sindisindi-RS) estivemos na Câmara conversando com os parlamentares no intuito de agilizar a aprovação do projeto. Estivemos ainda reunião com a assessoria do senador Paulo Paim para solicitar que ele fosse o relator do projeto no senado. A solicitação aceita pelo gabinete”, disse Lurdinha.

“Continuarei meu trabalho para que os projetos que tenho sonhado para esta categoria se realizem. Neste momento, só tenho a agradecer a aqueles que acreditaram nesta luta, em especial os companheiros do Sindisind-RS”, acrescentou.

O dia 9 de maio foi escolhido por ter sido a data da aprovação da Lei 11.295/03, que estabelece o direito de sindicalização para o empregado de entidade sindical, outra grande vitória da categoria e de Lurdinha em particular. CUT-MG.

Comentários foram encerrados.