extrema

Com 172 empresas, Extrema vira 2º polo industrial de MG

Com 172 empresas, Extrema (MG) se tornou o segundo polo industrial do estado levando em conta a arrecadação do Imposto Sobre Circulação de Mercadoria e Prestação de Serviço (ICMS) em relação ao número de habitantes. Nos últimos 12 anos, o número de indústrias quase triplicou na cidade fazendo crescer a geração de empregos.

“Além da localização estratégica, próxima a capitais, Extrema também atraiu empresas com seus incentivos fiscais”, afirma o controle interno da Prefeitura de Extrema, Tailon Alexand.

Com isso, a cidade já tem a maior arrecadação de ICMS do Sul de Minas. Só no mês de setembro deste ano, foram recolhidos R$ 24.258.534,59 em ICMS.

Este desenvolvimento industrial também acelera o crescimento populacional da cidade. Segundo o IBGE, a população de Extrema passou de 19 mil para 28, 5 mil habitantes em pouco mais de 10 anos. A previsão é que em 2020 o município tenha 45 mil moradores.

O primeiro polo industrial do estado levando em conta a arrecadação de ICMS é o município de Betim (MG), na região metropolitana de Belo Horizonte.

Fonte: G1.

Comentários foram encerrados.