Metalurgico

CUT vai criar instituto da indústria

Será realizada no próximo dia 18, às 10 horas, assembleia de fundação do Instituto Trabalho, Indústria e Desenvolvimento. A iniciativa de criar a instituição é do Macrossetor da Indústria da CUT (MSI), que reúne as entidades representativas dos metalúrgicos, químicos e trabalhadores no vestuário, alimentação e construção. O objetivo é formular propostas para o ramo industrial que contemplem as demandas dos trabalhadores.

No edital de convocação da assembleia – assinado por Cida Trajano, coordenadora do MSI –, a pauta a ser deliberada tem quatro itens: aprovação do estatuto social, eleição da primeira diretoria e do conselho fiscal, fixação da contribuição associativa e definição da sede da entidade.

A proposta de criação do Instituto foi aprovada na Plenária Estatutária da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), em junho, e incorporada pelas outras quatro entidades cutistas do ramo: Confederação Nacional dos Químicos (CNQ), Confederação Nacional do Ramo do Vestuário (CNTRV), Confederação Nacional dos Trabalhadores em Alimentação (Contac) e Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria da Construção e Mobiliário (Conticom).

O diretor do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, Rafael Marques, explica que o Instituto será um polo aglutinador de propostas de desenvolvimento voltado ao ramo industrial. “O objetivo é articular, em nome dos trabalhadores, diretrizes que contemplem emprego, capacitação e oportunidades pautadas no combate à concentração de riquezas”, assinala Marques, que é o indicado para assumir a presidência da nova entidade.

A assembleia será realizada na sede da CUT Nacional (rua Caetano Pinto, 575 – Brás – São Paulo/SP).

Clique aqui e confira o edital.

(Fonte: Assessoria de Imprensa da CNM/CUT)

Comentários foram encerrados.