pib

Em um ano, Metalúrgico tem perda salarial de 6,59%

Os metalúrgicos tiveram uma perda no seu poder de compra de 6,59%. Este valor representa a inflação ou INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor) medida do dia 01 de outubro de 2013 até 30 de setembro de 2014.

Com essa perda, o salário atual do metalúrgico teve o seu poder de compra reduzido para 93,82%, ou seja, do valor total recebido, 6,59% é para cobrir a inflação acumulado no período.

Para que o poder de compra do metalúrgico volte a ser de 100%, é preciso um reajuste salarial de 6,59%. A categoria está em campanha salarial e reivindica, entre outras coisas, reajuste de 11%.

Para que os metalúrgicos consigam alcançar seus objetivos nesta campanha salarial é fundamental a participação e o envolvimento dos trabalhadores nas atividades de mobilização. Outro fator primordial para a conquista da valorização é estar bem informado.

Para contribuir com isso, a FEM/CUT-MG disponibiliza o estudo completo sobre a evolução do salário dos metalúrgicos de 01 de outubro de 2013 até 30 de setembro de 2014.

Clique aqui e veja estudo completo

 

Comentários foram encerrados.