_MG_3846

Entrega da pauta marca início da campanha salarial dos metalúrgicos de Minas

_MG_3930

METALÚRGICOS ENTREGAM PAUTA DE REIVINDICAÇÕES À FIEMG. ATO MARCA INÍCIO DA CAMPANHA SALARIAL UNIFICADA DOS METALÚRGICOS DE MINAS

Os metalúrgicos de Minas entregaram à FIEMG (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) a pauta de reivindicações da campanha salarial unificada 2017, nessa segunda-feira, 31 de julho.

Várias atividades marcaram esse importante dia para os metalúrgicos e metalúrgicas do Estado. Ainda de madrugada os dirigentes sindicais foram em diversas fábricas, nas entradas dos turnos, levar o boletim da campanha e informar aos trabalhadores sobre o início das negociações.

As 9h00 o Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem foi palco de mais uma plenárias com os trabalhadores sobre a reforma da previdência e as principais consequências que a reforma trabalhista trará para a vida da classe trabalhadora. O cientista político José Prata falou sobre a previdência e Frederico Melo, técnico do Dieese, falou sobre a reforma trabalhista.

Na parte da tarde os sindicalistas foram para a porta da FIEMG, onde foi realizado um ato com discurso de várias lideranças, e depois realizado a entrega da pauta de reivindicações.

Entre as principais cláusulas sociais que serão debatidas na CCT, vale destacar a que disciplina a terceirização; a inclusão de parágrafo na cláusula sobre férias que mantenha a concessão em 30 dias; incluir cláusula de concessão de ticket e/ou cesta básica e ampliação para dois anos de vigência das cláusulas sociais.

No campo das lutas econômicas, a reivindicação será pela reposição da inflação acumulada nos últimos 12 meses (INPC) mais aumento real. Abono salarial de R$ 550,00, reajuste de 6% nas demais cláusulas econômicas e extinção de uma faixa de piso salarial.

Comentários foram encerrados.