2

Metalúrgicos querem 9,16% de reajuste salarial. Número será discutido pelos patrões

Depois de muito debate durante a reunião de negociação da campanha salarial unificada 2016, realizada nessa quinta-feira, 27 de outubro, na sede da FIEMG, os metalúrgicos de Minas deixaram com a patronal uma proposta de acordo a ser avaliada.

A proposta é de um reajuste salarial de 9,16%. Esse índice seria pago da seguinte forma: 6,5% retroativo a 1º de outubro e mais 2,5% em fevereiro de 2017, sobre o salário reajustado em outubro.

O abono, para empresas que não têm PLR, seria de R$ 491,22, e a garantia de emprego de até 45 dias a partir da assinatura do acordo.

A proposta dos trabalhadores será levada para assembleia da patronal e uma nova reunião será agendada para, provavelmente, a próxima semana, para que sejam apresentados os resultados aos metalúrgicos.

Comentários foram encerrados.