contra golpe

Metalúrgicos da CUT reafirmam: ‘Golpe não! Dilma fica!’

Lideranças metalúrgicas da CUT de todo o país reafirmaram o seu repúdio à tentativa de golpe articulado pela oposição para cassar o mandato legítimo da presidenta Dilma Rousseff.

Reunidos na sede da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), em São Bernardo do Campo (SP), os sindicalistas que compõem a direção da entidade defenderam as ações que estão sendo articuladas pela CUT, movimentos sociais, partidos políticos e juristas contra os ataques à democracia capitaneados pelo presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, com apoio dos partidos derrotados na eleição de 2014, dos meios de comunicação e dos setores da elite contrários ao projeto de governo em curso há 13 anos.

“Os metalúrgicos da CUT de todo Brasil vão às ruas para combater o golpe. Não vamos aceitar retrocesso em nosso país e deixaremos isso muito claro em todas as nossas ações. A democracia tem de ser respeitada para que o povo brasileiro continue avançando em seus direitos e conquistas”, afirmou o presidente da CNM/CUT, Paulo Cayres.

(Fonte: Assessoria de Imprensa da CNM/CUT)

Comentários foram encerrados.