1

Metalúrgicos de Minas unidos na Greve Geral do dia 28 de abril

Os metalúrgicos de Minas se reuniram no dia 12 de abril, na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem para organizar e definir a atuação dos sindicatos de todo o Estado antes e durante a Greve Geral marcada para o dia 28 de abril.

A greve geral vem sendo conduzida de forma unitária pelas centrais sindicais, em protesto às propostas de reformas da Previdência e Trabalhista e contra a terceirização irrestrita.

Participaram da plenária, representantes da CUT, Força Sindical e CTB, além de movimentos sociais. Eles definiram priorizar, no dia 28, a paralisação por empresa. Os dias que antecedem a Greve Geral a orientação é informar a população, através de carro de som e panfletagem, o que vai acontecer se as reformas da previdência e trabalhistas foram aprovadas.

Ficou marcado para o dia 25 de abril um novo encontro, novamente na sede do Sindicato dos Metalúrgicos de BH/Contagem, às 18 horas, para alinhar a atuação de cada entidade no histórico dia de luta da classe trabalhadora.

Marco Antônio, presidente da FEM/CUT-MG, ressaltou a importância da unidade das centrais nas lutas contra as ações do governo golpista e ilegítimo de Michel Temer, que envolvem as reformas e tentativas de retirada de direitos e conquistas da classe trabalhadoras e do povo brasileiro.

Plenária Sindical, Popular e da Juventude

Ainda no dia 12 de abril, na parte da manhã, foi realizada na Praça da Estação, em Belo Horizonte, uma plenária Sindical, Popular e da Juventude, onde reuniu várias centrais sindicais e movimentos sociais. O encontro foi para definir os detalhes da Greve Geral do dia 28. Na capital mineira, as concentrações acontecerão às 9 horas. A base CUTista e parte dos movimentos sociais vão se encontrar na Praça da Estação. O Ato Unitário vai acontecer na Praça Sete, onde as demais entidades se concentrarão.

Comentários foram encerrados.