IMG_5145

Metalúrgicos deixam contra proposta na FIEMG

A negociação da campanha salarial caminha a passos de tartaruga. A patronal insiste em não respeitar a data base dos metalúrgicos, 31 de outubro, extrapolando o período de negociação.

Na última sexta-feira, 31 de outubro, os metalúrgicos se reuniram para mais uma negociação na FIEMG. Desta vez as federações que representam os trabalhadores, FEM/CUT-MG, FITMETALBRASIL e FEMETALMINAS, entregaram uma contra proposta à patronal.

Os valores da contra proposta dos metalúrgicos foram discutidos e aprovados pelos os membros da comissão de negociação.

Os metalúrgicos estão reivindicando 8,5% de aumento salarial. A última proposta apresentada pela patronal, recusada em mesa, foi de 5,5% para empresas com até 50 funcionários, e 6% para empresas com mais de 50 trabalhadores, valores abaixo da inflação do período.

A próxima reunião de negociação na FIEMG foi marcada para quarta-feira, 5 de novembro, às 10 horas.

É importante que os trabalhadores fiquem atentos aos resultados das negociações. Se não houver avanços positivos para a companheirada será necessário intensificar as atividades de mobilização para pressionar a patronal a valorizar os trabalhadores.

Comentários foram encerrados.