camara

Ministro da Justiça manda PF investigar compra de votos para impeachment

O ministro da Justiça, Eugênio Aragão, mandou a Polícia Federal apurar e investigar suspeitas de compra de votos pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff, em sessão deste domingo (17) na Câmara. A informação é da coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo.

A PF investigará possível crime de corrupção passiva por parte dos deputados e corrupção ativa por parte dos empresários pró-impeachment que ofereceram jatinhos para que os parlamentares se deslocassem de seus estados para Brasília e não deixassem de votar.

A oferta foi admitida pelo braço direito do vice-presidente Michel Temer, o ex-ministro Eliseu Padilha, em entrevista à jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo, na tarde deste domingo, pouco antes do início da votação do impeachment. Padilha havia declarado, mais cedo, que o grupo a favor da destituição de Dilma “já se organizou para resolver imprevistos (…) Nós temos aviões para buscá-los”.

(Fonte: Jornal do Brasil)

Comentários foram encerrados.