_MG_2449

Para professor Denis, recessão econômica é resultado de ajuste fiscal num momento que pede investimento

Durante o 5ª Congresso Estadual dos Metalúrgicos de Minas Gerais, o professor do  Cesit Denis Maracci explicou os motivos que fizeram a economia do país sair de um momento de dificuldades, no final de 2014, para a maior recessão dos últimos 30 anos.

“O governo Lula se aproveitou de dois importantes fatores para ter sucesso na política econômica aplicada. Um foi a forte demanda do mercado externo pelas commodities, e o outro foi o aquecimento do mercado interno que recebeu incentivo para o consumo de bens duráveis. O que a presidente Dilma enfrentou no começo do primeiro mandato foi a reversão desses dois ciclos.

Identificando o esgotamento do ciclo de consumo interno, durante seu primeiro mandato, a presidente tentou reequacionar essa questão, apostando na mudança da matriz de crescimento do país, buscando puxar o crescimento pelo investimento em infraestrutura.

A estratégia usada foi baixar a taxa de juros e soltar obras de portos, aeroportos, estradas, etc, porém, por vários fatores, o que aconteceu foi que ela não conseguiu relançar a economia, as taxas de crescimento foram desacelerando, tentou a estratégia de esticar o crescimento estendendo o ciclo de consumo, através das renúncias fiscais, mas se chega ao final de 2014 com a economia crescendo a zero.

O ambiente político criado no processo eleitoral de 2014 produziu uma saída para o segundo mandato, onde toda a estratégia de retomada do crescimento foi deixada em segundo plano e tomou centralidade a discussão sobre a retomada da economia fazendo o ajuste fiscal, que, em minha opinião, é impossível fazer com a economia nessas condições, quanto mais corta, mais tem que cortar. Esse caminho, de ajuste fiscal com corte de gastos, desarticulou os projetos, fragilizando ainda mais a economia e o próprio estado brasileiro. Essa política resulta para os trabalhadores em corte de direitos, e para os empresários em cortes de investimentos.”

Comentários foram encerrados.