emprego-33

Produção industrial e emprego em Minas apresentam ligeira melhora

Estudo elaborado pelo Dieese, subseção FEM/CUT-MG, analisou a produção industrial e o emprego do ramo metalúrgico, a nível nacional e estadual, nos primeiros sete meses deste ano. Numa comparação com o mesmo período de 2015 e 2016, houve uma ligeira melhora.

A produção industrial do Brasil, nos primeiros sete meses do ano de 2017, apresentou crescimento de 0,8% em relação ao mesmo período do ano de 2016. No estado de Minas Gerais, na mesma base de comparação, o crescimento da indústria foi de 2,0%, puxado pela indústria extrativa, máquinas e equipamentos, produtos têxteis e também pelo setor automotivo.

Emprego

Nos primeiros sete meses do ano de 2017, no estado de Minas Gerais, o saldo de empregos no ramo metalúrgico foi de 190 postos de trabalho. No mesmo período de 2016 foi registrado um saldo negativo de -11.137 postos de trabalho.

Já os trabalhadores do ramo metalúrgico nacional ainda registram saldo negativo no emprego, porém houve uma redução nesses números. Se nos primeiros sete meses de 2016 o saldo negativo estava em -94.147, no mesmo período deste ano registrou -4.146 .

Veja o estudo completo aqui

Comentários foram encerrados.