índice1

Puilips desrespeita legislação trabalhista

Os metalúrgicos de Minas fizeram um ato contra a demissão arbitrária e sem justificativas do dirigente sindical José Rodrigues que trabalha na Philips, multinacional instalada em Vespasiano.

O metalúrgico foi demitido dia 3 de novembro. Assim que houve a demissão, o sindicato solicitou uma reunião com empresa que até o presente momento não foi respondida.

Como forma de pressionar a direção da Philips os metalúrgicos queimaram pneus na portaria da empresa. Todos os trabalhadores pararam para participar da manifestação.

A atitude da empresa fere a prerrogativa jurídica que garante ao dirigente sindical estabilidade no emprego. Essa garantia assegura ao trabalhador a liberdade de lutar e defender os direitos dos trabalhadores. Uma liminar foi impetrada para reverter a demissão do companheiro.

O ato teve a presença dos dirigentes sindicais do sindicato dos metalúrgicos de Vespasiano, BH/Contagem, Santa Luzia e Matozinhos, da FEM/CUT-MG e da CNM-CUT.

Comentários foram encerrados.