pib

R$ 729,9 milhões serão injetados na economia com o 13º salário dos metalúrgicos de MG

Com o pagamento do 13º salário que os mais de 240 mil metalúrgicos de Minas receberão este ano serão injetados na economia do Estado cerca de R$ 727,9 milhões.

Apesar da redução de 0,72%, se comparado com o montante do ano passado, este valor irá aquecer as vendas de fim de ano, contribuindo para a manutenção e geração de emprego, principalmente no setor de comércio.

O setor siderúrgico, composto por mais de 40 mil trabalhadores em Minas, representa 23% do montante que será colocado através do 13º. Outro destaque é o setor de montagem e auto peças que representa 24,7% do total.

No âmbito da FEM/CUT-MG, composta por 90,8 mil metalúrgicos, serão injetados R$ 294 milhões através do 13º salário. Na base do sindicato de BH/Contagem é estimado a injeção de R$ 189 milhões na economia.

A base de Vespasiano aparece como a terceira em valores que serão colocados na economia pelo 13º salário, com R$ 16.226 milhões.

Acompanhe o estudo completo neste link.

Comentários foram encerrados.