valter

Valter Sanches é o novo secretário geral da IndustriALL

O secretário de Relações Internacionais da Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT (CNM/CUT), Valter Sanches, foi eleito na tarde desta quarta-feira (5) secretário geral da IndustriALL Global Union, federação inter¬nacional dos trabalhadores na indústria. A eleição ocorreu durante o 2º Congresso da entidade mundial, que está sendo realizado no Rio de Janeiro. Essa é a primeira vez que um representante do hemisfério Sul ocupa o principal cargo da organização.

Na nova direção da entidade, ele é o único metalúrgico brasileiro no Comitê Executivo. A presidência passou a ser ocupada por Jörg Hofmann, do IG Metall (sindicato dos metalúrgicos da Alemanha). Já a presidenta da Confederação Nacional dos Químicos da CUT (CNQ/CUT), Lu Varjão, foi eleita para o Conselho Diretivo da IndustriALL.

“Os cargos de liderança sempre foram ocupados por pessoas do hemisfério norte e quase sempre da Europa. Nunca houve a possibilidade de alguém do hemisfério Sul, ou de países em desenvolvimento poder estar na liderança do processo. Esse é um reconhecimento e coroamento do protagonismo dos metalúrgicos da CUT ao longo do tempo”, revelou.

Sanches reconheceu que muitos avanços foram conquistados nos últimos quatro anos após a fusão das federações internacionais de metalúrgicos, têxteis e químicos, mas que ainda há muito trabalho pela frente. “Sobretudo no Brasil, onde não há respeito à democracia e onde o próprio Judiciário tem se acovardado, vai ser especialmente importante contar com uma organização internacional para poder ajudar os trabalhadores brasileiros na luta contra os ataques aos direitos garantidos na legislação trabalhista e previdenciária”, disse.

“O grande desafio é usar a estrutura e contar com o apoio dos maiores sindicatos em benefício dos que mais precisam, em especial os países do sudeste asiático, da África e da América Latina. Agora, é hora de aproveitar a nossa visão de mundo diferente da dos europeus para mudar um pouco essa percepção e colocar a organização a serviços dos trabalhadores”, avaliou Sanches.

Em seu discurso de posse, o dirigente reforçou a necessidade da IndustriALL intensificar a atuação para o combate ao trabalho precário em todo o mundo e lutar para inverter a lógica da concentração de riqueza e acabar com os efeitos da ganância corporativa, que tem como principais prejudicados os trabalhadores, especialmente os de países pobres.

Perfil
Técnico em mecânica e formado em Geografia pela Universidade de São Paulo, Valter Sanches, 52 anos, é metalúrgico há 35 e fluente nos idiomas inglês, francês, espanhol e alemão. Começou a trabalhar na empresa Selovac, em São Paulo.

Em 1985, foi para o ABC trabalhar na Rolls Royce. Três anos mais tarde entrou na Mercedes-Benz, onde em 1989, foi eleito para a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).Já em 1992, passou a integrar a Comissão de Fábrica, da qual se tornou coordenador a partir de 2000.

Em 2004, foi eleito secretário de Organização da CNM/CUT. Três anos depois, tornou-se secretário geral. E, em 2009, assumiu o cargo de secretário de Relações Internacionais, cargo para o qual foi reeleito em 2011.

Um ano depois, Sanches licenciou-se da CNM/CUT para assumir um dos grandes desafios da sua carreira: a presidência da Fundação Comunicação, Cultura e Trabalho, gerida pelo Sindicato dos Metalúrgicos do ABC,que implantou e consolidou o sistema de rádio e TV dos Trabalhadores, hoje a TVT e a Rádio Brasil Atual, projeto ao qual se dedicou nos últimos seis anos.

Valter também é o representante dos trabalhadores no conselho mundial de administração da Daimler.

(Fonte: Olga Defavari – especial para a CNM/CUT, com informações de Solange do Espírito Santo)

Comentários foram encerrados.